domingo, 25 de janeiro de 2009

QUEBRAR O SILENCIO

QUEBRAR O SILENCIO


Quebrei o silêncio
O silencio das minhas palavras.
Apaguei os sons
Sons que me confundiam.

As pedras estão seguras
Não desabam
A água continua limpa
Com sede a beberás

As luzes apagaram-se
Na imensidão do nada
Tudo voltou ao normal
Á rotina diária

Voltei a quebrar o silêncio
O silencio da língua
Apaguei os sons
Os sons de mim

18/06/1986
Enviar um comentário